Pular para o conteúdo Vá para o rodapé

Saúde Caixa: Sindicatos que rejeitaram proposta vão realizar novas Assembleias dia 16/01

A Contraf-CUT (Confederação Nacional do Trabalhadores do Ramo Financeiro) e a Caixa Econômica Federal devem assinar na sexta-feira (22/12) o Aditivo ao ACT (Acordo Coletivo de Trabalho) que regulamenta o plano de saúde dos empregados e empregadas do banco.

A proposta negociada com o movimento sindical foi aprovada nas Assembleias realizadas no dia 5 por cerca de 74% das bases dos Sindicatos filiados à Contraf-CUT, o que representa a maioria dos trabalhadores do banco no país, com mais de 60% de votos.

Para que os usuários do Saúde Caixa não enfrentem dificuldades no atendimento, os Sindicatos cujas bases rejeitaram a proposta realizarão novas Assembleias no dia 16/01 por meio do link https://bancarios.votabem.com.br/.

Veja abaixo o Edital de Convocação do Sindicato de Londrina:

O presidente do Sindicato de Londrina, Felipe Pacheco, afirma que como o documento que regulamenta o Saúde Caixa é um Aditivo ao ACT específico do banco e à CCT (Convenção Coletiva de Trabalho), as bases que não aprovarem a proposta não poderão assinar em 2024 a renovação desses dois instrumentos.

Em Londrina, a proposta foi rejeitada por 52% dos empregados e empregadas que participaram da Assembleia virtual do dia 5/12

“Podemos dizer que os empregados dessas bases sindicais ficarão desprotegidos legalmente, pois não terão direitos estabelecidos nem no ACT específico da Caixa e nem mesmo da CCT da categoria bancária. Para evitar que isso aconteça, orientamos a aprovação da proposta de renovação do Aditivo do nosso plano de saúde”, indica Felipe.

Por Armando Duarte Jr.

Deixe um comentário

0/100

the Kick-ass Multipurpose WordPress Theme

© 2024 Kicker. All Rights Reserved.

Sign Up to Our Newsletter

Be the first to know the latest updates

[yikes-mailchimp form="1"]