Pular para o conteúdo Vá para o rodapé

Itaú lucra R$ 35 bi em 2023 com fechamento de agências e postos de trabalho

O ano de 2023 foi de lucros exorbitantes para o banco Itaú-Unibanco. Para Jair Alves, coordenador da COE (Comissão de Organização dos Empregados) do Itaú, os resultados foram alcançados com sobrecarga de trabalho e adoecimento dos trabalhadores e das trabalhadoras.

De acordo com ele, a busca por eficiência e lucratividade não pode ser alcançada à custa da saúde e bem-estar dos funcionários. “O banco vem tendo lucros altos, com grande número de fechamento de agências e demissões de funcionários. Em contrapartida, vem crescendo os números de adoecimento nos locais de trabalho e doenças mentais dos trabalhadores”, ressaltou.

O Lucro Líquido Recorrente Gerencial do Itaú em 2023 alcançou R$ 35,618 bilhões, representando um aumento de 15,7% em relação ao ano anterior. Este crescimento é atribuído, em parte, ao crescimento da carteira de crédito, à maior margem com passivos e ao impacto positivo da reprecificação do capital de giro próprio.

Entretanto, por trás desses números, há uma realidade preocupante para os funcionários, que é o fechamento de 3.292 postos de trabalho em 12 meses, 1.342 postos fechados apenas nos últimos três meses do período. Ao final de 2023, o Itaú Unibanco contava com 85.855 empregados no país.

De acordo com os destaques do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), a redução se deve a “iniciativas de eficiência no Brasil, a adequação dos times nas áreas de atendimento e a redução de agências, reduzindo em 4,7% os colaboradores do Brasil (ex-tecnologia)”. Essa reestruturação também se reflete na redução do número de agências físicas, com o fechamento de 180 unidades no Brasil em 12 meses.

Fonte: Contraf-CUT

Deixe um comentário

0/100

the Kick-ass Multipurpose WordPress Theme

© 2024 Kicker. All Rights Reserved.

Sign Up to Our Newsletter

Be the first to know the latest updates

[yikes-mailchimp form="1"]