Pular para o conteúdo Vá para o rodapé

Agência do BB em Toledo é paralisada novamente por conta do assédio

Dirigentes da Fetec-CUT/PR (Federação dos Trabalhadores nas Empresas de Crédito do Paraná) e de Sindicatos filiados estão paralisando nesta quarta-feira (13/12), o expediente da agência do Banco do Brasil em Toledo por causa da falta de ações do banco para acabar com a prática de assédio moral contra os funcionários e as funcionárias.

Apesar do protesto realizado na última quinta-feira (7/12), denunciando o terror naquela unidade por conta da postura agressiva do gestor e das denúncias feitas junto à Dipes (Diretoria de Gestão e Cultura de Pessoas) e à superintendência regional do BB, nada foi feito até agora.

Segundo o presidente do Sindicato de Toledo, Fernando Comassetto, as paralisações vão continuar até que seja tenha uma solução concreta sobre esse caso. “Os funcionários não conseguem trabalhar em paz com tanta pressão. O gerente geral age como quer, assediando as pessoas sem piedade, mas mesmo com nossas denúncias a administração do banco não faz nada, então o jeito é manter a agência fechada”, avalia.

Fernando disse que o Sindicato também já está ingressando com medidas judiciais para cobrar responsabilidade do Banco do Brasil e do gestor como forma de preservar a saúde mental dos funcionários e funcionárias em Toledo. “Assédio moral é crime, por isso, vamos buscar a responsabilização penal de todos os envolvidos nesse processo antes que aconteça uma tragédia”, ressalta o dirigente sindical.

Dirigentes do Sindicato de Londrina, Danielle Ruza, Aelton Alves Pereira e Carlos Kotinda participam da paralisação no BB em Toledo

Por Armando Duarte Jr.

Deixe um comentário

0/100

the Kick-ass Multipurpose WordPress Theme

© 2024 Kicker. All Rights Reserved.

Sign Up to Our Newsletter

Be the first to know the latest updates

[yikes-mailchimp form="1"]