CCT garante reajuste de 5,83% nos salários este ano

CCT garante reajuste de 5,83% nos salários este ano
segunda-feira, 10/06/2019

Os financiários, que têm data base em 1º de junho, já têm definido o percentual de reajuste a ser aplicado nos salários, demais verbas e nos auxílios este ano. Com a divulgação do índice de inflação de maio, o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) entre junho de 2018 e maio de 2019 ficou em 4,78%. Além disso, a categoria vai receber mais 1% a título de aumento real, conforme estabelece a CCT (Convenção Coletiva de Trabalho) 2018/2020.

Segundo Irineu Barrinuevo, diretor do Sindicato de Londrina, a CCT válida por dois anos foi uma importante conquista da Campanha Salarial dos financiários, que garantiu não só as perdas com a inflação, mas também ganho real. “Diferente de anos passados, quando as negociações eram enroladas e só se encerraram após o fechamento do acordo entre os bancários e os bancos, este ano o reajuste será aplicado automaticamente”, salienta.

Este ano, a Comissão Nacional dos Financiários está discutindo com as empresas do setor a criação de cláusula que regulamenta o trabalho aos finais de semana dos trabalhadores que fazem concessão de créditos e financiamentos em lojas e concessionárias, além de outras questões, como condições de trabalho, saúde e segurança.

PLR

A primeira parcela da PLR (Participação nos Lucros ou Resultados) dos financiários poderá ser paga até dia 20 de setembro. Pela regra básica os trabalhadores têm direito a receber o valor referente a 90% do salário, mais um valor fixo de R$ 2.826,60. Além deste valor, há um adicional de 20% do valor fixo, que será de R$ 565,32.

Além da primeira parcelada da PLR, os funcionários do Itaú ligados às financeiras receberão os valores correspondentes ao PCR (Programa Complementar de Resultados).

O reajuste também incide sobre vales alimentação e refeição, gratificações e demais cláusulas econômicas da CCT da categoria (veja tabela abaixo):

 

 

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE