Assembleia dias 28 e 29/10 na base de Londrina delibera sobre o Saúde Caixa

Assembleia dias 28 e 29/10 na base de Londrina delibera sobre o Saúde Caixa
sexta-feira, 22/10/2021

A proposta negociada para construir o novo modelo de custeio e gestão do Saúde Caixa será submetida à avaliação dos empregados e empregadas da Caixa Econômica Federal em Assembleia Extraordinária Específica a ser realizada pelo Sindicato de Londrina, de forma virtual/remota, das 8h do dia 28 até às 18h do dia 29 de novembro.

Para participar a Assembleia bastará acessar o link o https://bancarios.votabem.com.br/, que estará disponibilizado no site www.vidabancaria.com.br.

Leia ao lado o Edital de convocação da Assembleia.

O presidente do Sindicato de Londrina, Felipe Pacheco, afirma que as pressões nas redes sociais e a insistência da representação dos empregados e empregadas da Caixa na mesa de negociações foi fundamental para impedir retrocessos no plano de saúde, conforme pretendia impor a direção do banco.

“Conseguimos derrubar no Congresso Nacional a aplicação das regras da CGPAR e também convencemos a Caixa de que a cobrança individual e por faixa etária tornaria o plano inviável para os aposentados, mantendo a proporção atual de contribuição, além dos princípios , conquistas históricas dos empregados”, avalia Felipe.

Veja os principais pontos da proposta para o Saúde Caixa:

- a participação da CAIXA no custeio das despesas assistenciais e administrativas estará limitada a 70% do montante ou ao teto de 6,50%, o que for menor;

- mensalidade do titular no valor de 3,5% da remuneração base e uma mensalidade adicional de 0,4% para cada dependente direto cadastrado no plano, limitado ao teto de 4,3% por titular;

- mensalidade de 0,4% para cada dependente indireto;

- tratamentos oncológicos e internações são isentos de coparticipação;

- coparticipação para consulta em pronto socorro/pronto atendimento corresponderá ao valor fixo de R$75 (setenta e cinco reais);

- teto anual de R$ 3.600,00 (três mil e seiscentos reais) por grupo familiar;

- sem aumento nas mensalidades mês a mês, mas com a instituição de uma mensalidade extraordinária também sobre o 13º salário para atender a necessidade de aumento da arrecadação;

- utilização da reserva técnica para evitar contribuições extraordinárias em caso de déficit;

- manutenção do GT Saúde CAIXA com maior acesso a relatórios, dados, acompanhamento de credenciamento e descredenciamento com vistas a dar suporte para as negociações na mesa permanente;

Clique aqui para baixar a proposta do Saúde Caixa que será votada na Assembleia.

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE