Sindicato promove mais um ‘bom dia’ para clientes do Bradesco

O prédio central do Bradesco recebeu nesta terça-feira (10/07) o "bom dia" dos diretores do Sindicato O prédio central do Bradesco recebeu nesta terça-feira (10/07) o "bom dia" dos diretores do Sindicato
terça-feira, 10/07/2018

Diretores do Sindicato distribuíram o Jornal do Cliente com informações sobre a demora nas filas e canais para encaminhar reclamações

Clientes e usuários das agências do Bradesco situadas no prédio do Calçadão de Londrina foram recepcionados na manhã desta terça-feira (10/07) com o “bom dia” do Sindicato. Dirigentes da entidade distribuíram a eles o Jornal do Cliente com informações a respeito da demora no atendimento, ocasionada pelo excesso de cortes de pessoal feitos pelo banco, e os meios para dirigir reclamações exigindo seus direitos.

Clique aqui para ler o Jornal do Cliente especial do Bradesco.

De acordo com Valdecir Cenali, diretor do Sindicato de Londrina e representante do Vida Bancária na COE (Comissão de Organização dos Empregados) do Bradesco, o número de funcionários e funcionárias não é suficiente para dar conta da enorme demanda e ao invés de contratar, o banco tem tomado medidas paliativas para camuflar os problemas como, por exemplo, destacando bancários para a entrada das agências no início do expediente para dar “bom dia” aos clientes.

Esse tipo de truque foi feito pela Regional do banco no mês de junho, quando membros da direção do Bradesco vieram a Londrina. Para esconder as filas e encobrir a falta de pessoal, a administração local do banco deslocou bancários de outras agências para o prédio central, aumentando, somente naquele dia, o número de caixas e das funções da linha de frente.

“Eles tentam com isso dar a impressão de que tem pessoal suficiente para prestar o atendimento, mas como a realidade é outra, as pessoas são obrigadas a esperar longo tempo nas filas, gerando inúmeras reclamações”, conta Valdecir.

Segundo ele, apesar das insistentes cobranças que o movimento sindical tem feito para que o Bradesco discuta a falta de pessoal e suas consequências para os funcionários e funcionárias, não houve ainda qualquer retorno do banco neste sentido.

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE